Rua Pinheiro Guimarães, 43 - Botafogo - Rio de Janeiro - RJ faleconosco@oftalmorio.com.br (21) 3043-0200

Orientações ao paciente

 

 

CUIDADOS PRÉ E PÓSOPERATÓRIOS

No período que antecede a cirurgia e mesmo após a sua realização, para assegurar que seja obtido o melhor resultado possível, é preciso que o paciente siga algumas condutas.

 

PRÉ-OPERATÓRIO

Submeter-se a uma avaliação clínico-cardiológica, para avaliar as condições gerais para realização do procedimento; Realizar todos os exames solicitados pelo médico que fará a cirurgia.

 

NO DIA DA CIRURGIA

É necessário que o paciente faça jejum total de pelo menos seis (6) horas antes da realização da cirurgia. Pacientes diabéticos, usuários de antiglicemiantes orais ou de insulina devem suspender o seu uso no dia da cirurgia. Anti coagulantes como aspirina e outros devem ser suspensos 7 dias antes da cirurgia, outras medicações, em geral devem ser tomadas normalmente. Consulte seu médico para mais esclarecimentos.

Não usar cremes, maquiagem ou perfumes. O banho pode ser tomado normalmente, desde que os produtos citados não sejam utilizados.

Chegar no horário agendado para a cirurgia: chegar antes aumenta a ansiedade de espera, desnecessariamente. Ir para o OftalmoRio com um acompanhante. Não levar crianças.

Somente deve estar com o paciente 01 acompanhante para que se evite maiores concentrações de pessoas na área de espera.

Caso decida ir de carro, verifique estacionamentos existentes nas proximidades. Nosso estacionamento possui número limitado de vagas e atende exclusivamente as equipes cirúrgicas.

 

SOBRE A CIRURGIA

Tipo de internação: as cirurgias oftalmológicas são extremamente sofisticadas e o desenvolvimento tecnológico tem favorecido a realização do procedimento em tempo relativamente curto. Este tipo de internação é classificado como INTERNAÇÃO DE CURTA PERMANÊNCIA, pois nestes casos está dispensado o pernoite e há possibilidade do paciente ser liberado poucas horas após a cirurgia.

 

Tipo de anestesia: depende do procedimento e da idade do paciente. A cirurgia de catarata em adultos, por exemplo, é realizada com anestesia local e sedação, por anestesista que permanece no centro cirúrgico durante todo o procedimento.

 

Cirurgias intraoculares devem ser realizadas em ambiente de centro cirúrgico, não sendo realizadas em ambulatório ou consultório. O OftalmoRio Centro de Microcirurgia Ocular se preocupa em garantir as melhores condições para a realização de cirurgias oftalmológicas, reduzindo o risco de infecções, por isso mantém um serviço de esterilização seguro, em conformidade com as normas técnicas preconizadas.

 

PÓS-OPERATÓRIO

Geralmente o paciente recebe alta algumas horas após a cirurgia, mas deve continuar seu repouso em casa, retornando no dia seguinte ao consultório de seu oftalmologista para ser avaliado.

Após a cirurgia, o paciente ou seus familiares podem ser responsáveis pela administração de medicamentos como colírios, que auxiliarão na recuperação. A prescrição dos medicamentos caberá ao cirurgião, que considerará as especificidades de cada caso.

Embora as atividades normais possam ser assumidas pouco tempo após a cirurgia, é importante evitar levantar peso, realizar exercícios físicos que exijam muito esforço ou movimentos bruscos com a cabeça, expor-se a fontes de calor intenso, ou à iluminação forte nos primeiros dias após a cirurgia, apoiar-se sobre o olho operado (durante a primeira semana após a cirurgia), esfregar o olho operado ou deitar-se de lado sobre ele, pintar cabelo, usar cremes faciais e/ou maquiagem.

Para que o resultado cirúrgico seja o melhor possível, também é importante observar o repouso recomendado. Em geral a alimentação pode ser normal, sem restrições. Também não há nenhum impeditivo à leitura ou a assistir televisão.

Ao lavar a cabeça, procurar não deixar cair água ou sabão nos olhos. Não esfregue os olhos em hipótese alguma. Nem com a mão, nem com lencinhos, nem com gazes, etc.

Antes de aplicar os colírios prescritos pelo médico, lave sempre bem as mãos, para evitar risco de contaminação e infecção.

Em qualquer cirurgia, especialmente durante a primeira semana de pós-operatório, é fundamental obedecer às recomendações do seu médico. Tais cuidados visam prevenir complicações como infecções, hemorragias e inflamações, assim como contribuem para uma boa cicatrização.

É possível que neste período haja queixa de fotofobia (sensação de desconforto à luz), discreto inchaço na pálpebra e vermelhidão. Podem ainda surgir hematomas no local da anestesia, mas estas manifestações são consideradas normais dentro do processo de recuperação.